Katembe Top Fishing Sites

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Boas Festas & Momentos 2013

Desejo umas Boas Festas e que 2014 seja um ano de novas conquistas e muitas alegrias.
Felicidades a todos.


Deixo-vos o vídeo com retrospectiva de 2013...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Robalo ao anoitecer

Com o mar a ficar mexido o meu pensamento começou a apontar para um spinning e ao fim de tarde lá arranjei um tempinho para matar o vício.

As previsões confirmaram um mar a rondar os 2 metros a bater forte, em crescendo e com as águas muito oxigenadas.

Comecei com Zagaia e ao fim de alguns minutos quando menos contava, por ter lançado para uma zona quase rasa e com muita areia na rebentação, um robalo (50cm/1,350Kg) ataca e é colocado a seco com alguma sorte, pois desengatou do anzol em cima duma pedra e com uma corrida lá lhe consegui meter a mão antes da onda…ufa, ufa!!!

Após algum tempo sem sinal deles, desloco-me para norte para bater uns fundões. A noite já se fazia sentir, e o mar bem mais picado, quando tenho um brutal ataque a um BM 140/40 Azul que coloca de imediato o drag a cantar e a cana toda vergada…que barrote deveria ser…desferrou!!!

É assim a vida e são estes momentos que nos levam cada vez mais a adorar estar junto ao mar com a cana na mão em busca dos Dicentrarchus Labrax.




sábado, 30 de novembro de 2013

3 Spots 2 Robalos

Hoje estava com muita fezada num spinning a sul do Douro e fazer uma visita com o Master Manuel (infelizmente não me pôde acompanhar) a dois spots que costumam ser fatais na baixa-mar.

Chego ao primeiro spot com o dia a nascer, o mar com uma ondulação a rondar o metro e as águas muito oxigenadas. Já se encontravam sete pescadores no local mas lá consegui arranjar uma pedrinha junto ao “meu” caneiro. Após cerca de 15 minutos a lançar o BM 120/25 White tenho um ataque e peixe a seco (49cm/1.250gr). A maré ia subindo e nem sinal deles, hora de mudar…um pouco mais a norte!

O mar neste local trabalhava bem prometendo um Labrax e tal veio a acontecer passados uns minutos com um forte ataque a um BM 140/30 Khaki que colocou o drag a “cantar”, o peixe (61cm/2.4Kg) estava cheio de força e foi com alguma dificuldade que lhe coloquei o grip na beiça.

Ainda me desloquei a norte do Douro na perspectiva de mais uma captura para fazer o pleno em 3 spots, mas tal não veio a acontecer.




segunda-feira, 25 de novembro de 2013

6669 Kg de Robalo apreendido

“O Comando Local da Polícia Marítima de Leixões, no âmbito de uma ação de fiscalização, desencadeada na madrugada do dia 20 de Novembro de 2013, procedeu à apreensão de 6669 Kg de pescado, “Robalo Legitimo”, que se encontrava a bordo de uma embarcação de pesca costeira o que, não sendo espécie alvo permitida para esta embarcação, foi considerada captura ilegal.”


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Robalo com BM 140/40

Após uma investida matinal durante a semana sem resultados, ansiava pelo fim-de-semana que prometia um mar menos bruto e com boas condições para a prática de spinning, nomeadamente no domingo.

O mar no sábado de manhã ainda se apresentava muito forte com a ondulação bem acima dos 2 metros e com as águas muito tapadas. Como no spot onde ultimamente tenho efectuado capturas ainda necessitava de mais água, desloquei-me mais a norte na tentativa de “fisgar” um robalote. Amostras, vinis e Zagaias na água e nem sinal deles. Entretanto desloco-me ao pesqueiro inicial, onde também não tive sucesso. Cerca das 12 horas e após “duas de letra” com os amigos pescadores, Armando e Sr.Fontes, fui para casa já a matutar na labuta de domingo.

No domingo ao romper do dia já me encontrava a pescar e em relação ao dia anterior era bem notória a chegada do frio. O mar bem mais pacifico do que nos últimos dias ainda que com as águas tapadas. Estive neste spot cerca de duas horas, peixe nem vê-lo e entretanto mudo de local.

Passado largo tempo aparece um barco de pesca profissional a recolher o Troll a cerca de 30/40 metros do local onde me encontrava (inacreditável, mas é a realidade em que vivemos) a tirar grandes tarolos. Enquanto olhava para o barco e também pescava, um labrax (46cm/1,1Kg)  ataca o BM 140/40 e é colocado em seco. Ufa…ufa, após algumas grades consecutivas um peixinho é sempre motivador.

Ainda pesquei até cerca das 11 horas mas sem resultados.


quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Robalo ao 1º lançamento

O mar nos últimos dias não tem dado muitas oportunidades para pescar e as previsões para o fim-de-semana não são nada animadoras. Tinha que aproveitar o nascer do dia de  5ª feira para uma pesquinha e foi exactamente o que fiz.

Cheguei ao spot por volta das 6h20m, na baixa-mar. O mar estava a trabalhar bem com a ondulação a ultrapassar o metro e meio e com as águas esverdeadas, de salientar a ausência de vento.

Coloquei-me na pedrinha onde ultimamente tenho efectuado  capturas e lancei um Black Minnow 120/25 Khaki. Inicio a recolha e ZZZzzzzzzzz…forte ataque, o robalo estava cheio de força e nos primeiros segundos deu-me a sensação de tarolo na ponta da cana...engano, mas já era um belo Labrax (54cm e 1.6Kg) que assadinho será um regalo!

Continuei a labuta até cerca 8h20m mas sem resultados  e porque eram horas de ir trabalhar dei por terminada a pequena jornada que acabou por ser frutífera.

domingo, 13 de outubro de 2013

Estreia da Cinnetic Sea Bass Explorer

Mais uma labuta aos Labrax acompanhado da nova vara importada de Espanha. Após análise, a compra recaiu na Cinnetic SeaBass Explorer 330, uma cana com as características desejadas e com excelentes referências no país vizinho além de ter um preço muito acessível para a qualidade que lhe é atribuída.

Chego ao spot ao nascer do dia com a maré no último terço de enchente e o mar pouco mexido conforme as previsões do Ipma.  Durante 1 hora no mesmo local lançando amostras e vinis e nem sinal de peixe. Desloco-me para um caneiro mais a norte e ferro um robalote (41cm/850gr) mais uma vez com o matador Black Minnow.

O comportamento da Cinnetic é muito bom. Leve, confortável, robusta e grande lançadora, sem dúvida uma maravilha de equilíbrio a muito baixo preço.



domingo, 29 de setembro de 2013

Robalo em dia de autárquicas

O mar ia acalmar e a meteorologia previa chuva fraca para este domingo de eleições autárquicas…tinha  que ir spinnar!!!

Chego ao spot por volta das 7h com o dia quase a nascer, o céu encontrava-se nublado a ameaçar chuva, o vento de sudoeste moderado, o mar com ondulação a rondar metro e meio a fazer excelentes espumeiros, verdadeiramente robaleiro.

Em leque “bati” o spot com algumas amostras e nem sinal deles, coloco um Black Minnow 140/40 e nada.  A maré enchia e fui para cima de uma pedra uns metros a norte, onde há uns tempos atrás me fugiu um tarolo. Lanço e pancada…..ZZZzzzzzzzz drag a cantar, trabalho o peixe (66cm/3Kg) e coloco-o a seco…a grade está safa com um belo robalo.


Continuei a insistir e nem toque e para meu azar dei uma queda…a ponteira da minha Predator torce na pedra e parte…é a vida de pescador!!! L


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Primeiro robalo de Outono

As previsões meteorológicas não  são nada animadoras, chuva, vento forte e muito mar vão certamente inviabilizar a faina do próximo-fim-semana. Como provavelmente vão ser alguns dias sem pesca, aproveitei o romper do dia de hoje para tentar enganar um Labrax.

Cheguei ao spot por volta da 6h45m e fiquei um pouco desanimado, fazia-se sentir um vento de sul bastante forte que inviabilizava a utilização de amostras. O mar estava mexido na ordem dos 2 metros com as águas muito oxigenadas e a fazer bons espumeiros…hora da zagaia!

Lançamento após lançamento e nem sinal deles. Entretanto mudo de poiso um pouco mais a sul e começo a utilizar vinis. Já a pensar em ir embora com uma grade às costas, acontece  que o desejado robalo (46cm/1.1Kg) crava um Black Minnow e é colocado em seco.

Ainda lancei mais uns vinis e zagaias mas sem sucesso e cerca das 8h30 com o início da chuva dei por terminada a jornada.



sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Equinócio de Outono


A chegada do outono torna nostálgica uma grande parte da população, os dias são cada vez mais pequenos, a noite cai mais cedo, enfrentamos o frio e a chuva, dá a sensação de não termos vida além do trabalho.

No entanto, outros como nós anseiam pela chegada do Outono, aproxima-se a época alta do rei da nossa costa, o robalo. Aproveitamos para verificar e provisionar novo material que enfrentará tempo e mares mais pesados, na ânsia da captura do exemplar das nossas vidas, aquele com que sonhamos muitas vezes...certamente muitos de nós terão esse prazer!

Quanto a mim, além da pesca tenho outro bichinho que é a caça à perdiz e batida aos javalis, que também se iniciam no princípio de Outubro. Começam os fim-de-semanas em que alio os dois hobbys predilectos  a pesca e caça, com as investidas matinais de sábado aos Labrax seguidas de viagem ao Alentejo para caçar a espécie rainha dos nossos montes, a perdiz vermelha.

Como não podia deixar de ser sou um grande apreciador das espécies que caço e pesco, delicio-me com o robalo assado, perdiz com castanhas ou javali estufado, nesta altura sempre acompanhado de um bom vinho, para aquecer o corpo e a alma!

Não posso esquecer o papel da família que me apoia e muitas vezes me acompanha.

Desejo a todos excelentes pescarias neste Outono e Inverno.




segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Robalos nas férias


No passado dia 21 de Julho, parti para umas merecidas férias  no Carvalhal concelho de Grândola, mais propriamente no paraíso que é a Praia da Raposa (instalado a 30 metros do mar). Como não podia deixar de ser acompanhou-me o material de spinning ligeiro, para fazer ao amanhecer aquilo que tanto gosto, pescar.

Na primeira semana, o mar esteve bastante calmo e com águas muito abertas tendo efectuado nesse período a captura de dois robalos na ordem das 700gr., como também de várias cavalas que se atiraram ao BlackMinnow como “gente grande”, tudo isto somente ao fim da tarde. Nas saídas que tive ao amanhecer realço o ataque de um robalo que desferrou segundos após ter colocado o drag a cantar…ainda senti bem o forte Labrax.

Na segunda semana, nomeadamente a partir de 4ªfeira o mar começou a mexer e a ficar com um aspecto fantástico, verdadeiramente robaleiro. Os toques e as capturas apenas surgiram na 6ª e Sábado ao nascer do dia. 

Na 6ª feira capturei dois robalos tendo devolvido um que estaria no limite  e outro com 52cm e 1.5Kg.

No sábado início a jornada, como sempre ás 5h45m, o céu ainda verdadeiramente estrelado e um mar fantástico…lançamento após lançamento e nem sinal deles. Começa o dia clarear e com ele o primeiro toque e peixe a seco, um miki prontamente devolvido. Mais alguns lançamentos e novo toque...sinto o peixe provavelmente acima de kg durante dois ou três segundos e desferra. Cinco minutos depois e já quase com o BlackMinnow à vista, brutal ataque aos meus pés…o labrax tem poder… drag a cantar e eu a dominá-lo com muita calma até o colocar a seco…um bonito peixe com 73cm e 4Kg.



Não posso deixar de referir que durante os 15 dias que passei na Praia da Raposa não tive um único toque com amostras rígidas.


domingo, 7 de julho de 2013

Robalos ao amanhecer


O calor chegou em força e nada como sentir a brisa do mar que  além de refrescante, reconforta para mais uma semana de trabalho.

Após umas valentes grades,  iniciei ontem  a  jornada ás 5h30m, já um pouco desmotivado, pois encontrei os amigos “Predadores ao Spinning” que não tinham tido sucesso em labuta noturna.

O mar estava bastante irregular, ora calmo, mas por vezes com uma batida bastante forte, conforme me tinham avisado. Ainda a noite se fazia sentir, e o meu coração já batia forte com a captura de um robalo (52cm/1,350kg) com uma Bassday LogSurf.

Amanhecia e nem sinal deles, até novo ataque a um BlackMinnow Khaki...peixe a sêco (42cm/700gr).

Por volta das 10 horas dei por terminada mais uma jornada...sem grade.

Hoje tentei repetir a dose...disse bem,  tentei e gradei!!!


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Robalos…recordar é viver!


Há uns dias atrás encontrei  a  foto  anexa  quando  organizava  uns  dados num disco externo  e  veio-me imediatamente à  memória essa jornada de pesca em Agosto de 2000, nas  dunas da carreira de tiro entre a Torreira e S. Jacinto.

Cheguei ao spot cerca das 6h30m, após  uma hora  de viagem desde Gaia, era cedo, mas a aragem quente já se fazia sentir. A maré estava com 3/4 de enchente e o mar “mexia” pouco e com as águas abertas, o que não augurava grande espectativa de capturas.

Optei por começar num fundão com uma coroa em frente com a borrachinha branca e uma chumbada de 40gr, e ao primeiro lançamento…forte ataque e peixe a seco (2.3Kg). Enterro o robalo na areia e volto à carga e uma…duas…três cavalas atacam a branquinha. Após 4 lançamentos consecutivos com capturas, nem mais um toque durante alguns minutos. Efetuei então  um lançamento a sul ao correr do fundão e já quando via a chumbeira aos meus pés….zzzzzzzzzzzzzz,  brutal ataque!!! O tarolo (4,2Kg)  deu  imensa luta mas passados uns momentos estava na areia.

Ainda pesquei mais uma horita sem resultados e com uma enorme alegria e felicidade dei por terminada a jornada.

Tenho imensa pena de não ter outras recordações fotográficas de grandes pescarias á borrachinha, como o meu record que já data de Maio de 1988, com um barrote de 7.4Kg no Califa / Torreira.





terça-feira, 25 de junho de 2013

Abertura aos achigãs...com vento forte!


Tal como combinado, fizemos a nossa abertura aos Black Bass no dia de S. João. Devido a compromissos familiares o master Manuel não pode ir, tendo tido a companhia do Paulo nesta jornada.

A meteorologia previa aumento significativo da temperatura o que se comprovou, mas o mesmo já não se pode dizer do vento que esteve fortíssimo logo desde o inicio da manhã e que inviabilizou em muito a acção de pesca lembrando o ditado…”com vento leste não cace nem pesque”.

Além do forte vento a albufeira estava na cota máxima e com bastante lixo nas margens e como se tudo isso não bastasse, mal colocamos a sonda outra má noticia...água a 19º, muito fria para esta altura, tal como no mar!!!

Pescamos somente uma parte da manhã nos locais mais abrigados do vento, mas mesmo assim era extremamente difícil efectuar lançamentos quer com amostras ou vinis. Os Big Mouth mostraram uma actividade quase nula e tivemos muito poucos toques e os que tivemos todos eles a grandes profundidades, de qualquer forma já deu para não gradar (com um lucio-perca á mistura), o que seria a segunda vez de barco em 4 anos. 
Certamente que ainda vamos ter excelentes pescarias e muitas alegrias aos “verdinhos” durante esta época.


domingo, 9 de junho de 2013

Um par de Robalos

Após a grade de ontem nada como ser persistente e aproveitar as excelentes condições de mar previstas para hoje.

Chego ao spot por volta das 6 horas e ao primeiro lançamento cravo um Mini que prontamente é devolvido…promete!!!

Mais meia dúzia de lançamentos, novo ataque e peixe a seco (49 cm/1.3Kg).  Volto à carga e ataque…outro Mini restituído ao seu habitat.  O início da manhã estava muito interessante com 3 capturas e mais alguns toques.

Entretanto passou-se algum tempo e nada a assinalar… desloco-me um pouco para Norte e mais um Labrax  (44 cm/1Kg) volta a atacar a amostra (Macua A40).

De realçar que os 3 primeiros robalos foram capturados com o Black Minnow…WhiteJ!!!



sexta-feira, 7 de junho de 2013

Black Minnow…White a facturar!

Com algumas grades consecutivas, a vontade em mim cresce na ânsia da captura do próximo exemplar e muitas vezes até sonho com o “tarolo” que vai atacar a amostra…é o vicio da pesca aos predadores!

Ontem ao fim da tarde e já  “artilhado”  com os  Black Minnow, que tanto estão em voga, fui fazer um spinning no intuito de quebrar o enguiço e poder efectuar uma captura.

19.30 chego ao spot e verifico que o mar está um pouco “picado”  mas com  águas límpidas e oxigenadas e o vento que se faz sentir não perturba a acção…enfim boas perspectivas para a utilização do Black Minnow…White J, a minha aposta para as condições existentes.

Efectuo os primeiros lançamentos e fico muito satisfeito com o trabalhar do vinil, até ter o primeiro e segundo toque num pouco espaço de tempo. Mais uns minutos a novo ataque…faço a ferragem e coloco o peixe a seco…uiui…já safei a grade (48 cm/1,2Kg). 


Mais uns lançamentos e novo ataque sem sucesso…*%&$S…, deu a sensação de um belo peixe!!! Efectivamente fico com uma excelente opinião desta amostra que teve resultados logo na primeira jornada.

Amanhã de manhã lá estarei novamente…

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Uma arma chamada...Senko


Este isco em vinil, com o interior impregnado de sal torna-o numa arma mortífera para o achigã e também o será para os robalos em determinados spots, a ver vamos!!!
Pescar com o Senko, pode ser feito em vários estilos, nomeadamente o estilo Texas com ou sem peso. A queda e o afundar do vinil com a cauda em constante movimento e uma recuperação com toques de ponteira, fazem com que este isco se torne irresistível ao predador. 

Achigã com cerca de 3Kg capturado com Senko 5"

domingo, 12 de maio de 2013

Ao último lançamento...


As previsões de mar para o fim-de-semana eram boas o que já não acontecia com  as do vento para o dia de sábado.

Sábado, 6 da manhã, encontro-me no spot selecionado com o mar a trabalhar bem com uma ondulação a rondar 1.5 metros. Começo por “bater” o spot mais a norte e nem sinal de peixe o que também sucede posteriormente mais a sul…amostras e vinis e nem sinal deles e o mar tão bom. 11.30 muito vento…fim da jornada, amanhã há mais.

Hoje, ás 6 horas  volto a apostar no mesmo spot começando também de norte para sul…o mar estava robaleiro e nem sinal de peixe.  

Entretanto, durante a “faina”, tive o prazer de conhecer pessoalmente o Armando, o Paulo e outro colega dos Predadores.

Após os “Predadores” se terem deslocado para outro spot mais a sul , continuo a ter esperança na captura de um cabeçudo. Lançamento após lançamento, já a pensar em ir embora e com o pensamento este é o último…trum trum…aí está ele!!! Um robalinho que mediu 50cm e pesou 1.550Kg, capturado com uma West Lab A40. Na hora da fotografia ao Labrax verifico que o telemóvel tem humidade e não consigo ver o ecrã. Somente no carro consigo efetuar uma foto, mas com péssima qualidade.


domingo, 5 de maio de 2013

Após três grades...


Após 3 valentes grades e nomeadamente o mar “pouco mexido” não estava com muita vontade de me levantar, mas o vicio foi mais forte e às 6 horas estava a iniciar a pesca no spot a norte do Douro, tentando aproveitar o nascer do dia.

E assim foi, tive 2 toques nos primeiros lançamentos e de seguida ferro um robalito de 40 cm com uma Maria, que não devolvi porque já estava com saudades de um peixinho grelhado!!!


Este ano o mar ou está bruto ou calmo de mais, com águas turvas ou demasiadamente claras como este fim de semana…enfim, esperemos por melhores dias.


domingo, 21 de abril de 2013

Safei novamente a grade...


6:15-  Eu e o Manuel Guedes encontramo-nos no spot seleccionado  O mar tal como previsto encontrava-se com ondulação de metro e com as águas ligeiramente tapadas, também o vento não se fazia sentir…a maré estava na baixa-mar.

Sem tempo a perder, amostras para a água. Lançamento após lançamento e nem sinal de peixe e assim foi durante quase duas horas. Deslocamo-nos um pouco mais a Sul e ao 1º lançamento um ataque, parecia um belo peixe…tainha com amostra cravada no lombo!!!

Cerca do 9.30 horas o Manuel acaba a jornada, mas a mim palpita-me um spot noutro local e é para lá que me desloco.

Lá chegado, coloco uma Duo Tide Minnow e ao 2ª lançamento ferro um Labrax magrote que acusou 58cm e 1.800kg. Ás 11.30 dou por terminada a jornada…e mais uma vez “safei a grade”.

58cm - 1.8Kg
Amostras a secarem depois de lavadas.

sábado, 13 de abril de 2013

Robalote com zagaia


Após algumas semanas sem pescar, este sábado de manhã na companhia do master Manuel lá fomos dar banho às amostras. O mar com uma ondulação certinha e abaixo dos 2 metros prometia, não fosse o senão das águas estarem muito tapadas e algum vento que inviabilizava o lançamento de amostras.

Zagaias e vinis foram lançados sem sentir um único toque. Mudo de local e ao 1º lançamento um ataque á zagaia sem sucesso. Volto a lançar e novo ataque, desta vez “fisgo” o pequenote  e magro Labrax (44cm-900gr.). 

No fim da manhã o vento acalmou e ainda testamos várias amostras, mas sem sucesso e com muita pena minha o Manuel não conseguiu faturar novamente, mas melhores dias virão.





sábado, 16 de março de 2013

Robalo de "Kilo"


16-03-2013/6h45m  - Master Manuel envia mensagem dizendo que não ia pescar…chovia. 
As previsões apontavam para um mar calmo e vento fraco e apenas a chuva poderia atrapalhar, mas felizmente após as 7h30m deixou de chover. Chegado ao spot selecionado verifico que as previsões se confirmam com a ondulação á volta de 1 metro e  vento fraco…vamos a eles.
Estava com fezada na Lucky Craft FlashMinnow 130 MR ghost sardine e foi com ela que comecei e pesquei durante algum tempo sem sucesso. Tive o  primeiro toque com uma Log Surf mas nada mais de seguida. Após testar outras amostras sem sucesso,  acabo por tirar um robalinho ( 45 cm – 1Kg.)  com uma WestLab Macua 165 A40. Ao fim da manhã levanta-se um vento que não permite a utilização das amostras. 
Amanhã de manhã voltarei possivelmente na companhia do Manuel…há que aproveitar enquanto o mar o permite!!!


domingo, 17 de fevereiro de 2013

Dois robalos a spinnar

As previsões apontavam para um sábado que prometia ser excelente tanto na meteorologia como nas condições de mar. Ás 8 horas chegamos ao spot  habitual e efectivamente verificamos que as condições eram excelentes com o mar abaixo dos 2 metros e a ondulação curta e certinha fazendo grandes espumeiros...mar robaleiro...vamos a eles!
Após ter experimentado a zagaia sem sucesso, opto por estrear uma Vega Akada côr Ms. Ao primeiro lançamento deu-se o ataque, belo robalo que acusou 2.8Kg e 63cm. Novo lançamento, ataque e fuga (parecia ser grande), amostras e mais amostras e nem sinal dos labrax.
Depois de uma pequena "bucha" voltamos á faina. O mar continuava a trabalhar bem e a esperança de capturar outro  bom exemplar era grande. Tenho uma ferragem a uma zagaia mas logo verifico que é um pequeno robalo que acusou 650gr e 37cm.
O dia até nem correu mal para mim, o mesmo já não pode dizer o master Manuel que nem lhes sentiu o toque, mas vamos ter fé nas próximas jornadas.


sábado, 9 de fevereiro de 2013

Fuga do Barrote

Adivinhava-se um mar robaleiro pelas previsões  e efectivamente quando cheguei ao spot o mar  tinha uma ondulação abaixo dos 2 metros e a trabalhar bem mas com as águas um pouco tapadas. A ausência de vento era também um factor favorável. 
Tenho o 1º ataque a uma zagaia...um labrax com aproximadamente 1.1Kg.  Novo lançamento com a zagaia...duas corricadelas e trum...brutal ataque, trago o grande robalo até 2 a 3 metros de mim...mas uma onda traiçoeira seguida de uma escorregadela, folga á linha e fuga do labrax!!! Que barrote!!!
Nem mais um toque de seguida.



domingo, 3 de fevereiro de 2013

1º Robalo do ano

Finalmente o mar deu umas tréguas e consegui a 1ª captura de  2013. A água estava um pouco tapada e o mar  a trabalhar bem com uma ondulação abaixo dos 2 metros com  boas perspectivas para um dia robaleiro.
No spot seleccionado e após ter experimentado varias amostras nenhum sinal dos Labrax...Opto então por estrear uma low cost Vega Akada que se mostrou eficaz ao primeiro lançamento. O pequeno robalo acusou 1,2 kg. 


sábado, 12 de janeiro de 2013

Mar bravo...muitas grades

Não têm sido muitas as "fainas" aos Robalos, além dos afazeres profissionais o mar não o tem permitido. Têm sido muitas as grades mas a motivação é muita e melhores dias virão.



quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Jornadas Outubro de 2012

Apenas fizemos duas pescarias no mês de Outubro devido a deveres profissionais e também pelo inicio da época de caça. Poucos foram os ataques durante estas duas jornadas, os verdinhos afundaram e o Senko foi lá buscá-los. Fica o registo das capturas.

video

E agora aos sábados no mar a spinnar!!! Vamos aos Dicentrarchus Labrax...