Katembe Top Fishing Sites

sexta-feira, 8 de maio de 2009

O Achigã

O Achigã

O achigã (Micropterus salmoides) foi classificado por Lacépède em 1802. Com origem no Este e Sul dos Estados Unidos e norte do México, foi introduzido (dado o seu interesse como peixe de pesca desportiva) em mais de cinquenta países de todos os continentes. Além do achigã (largemouth bass), existem no continente americano mais cinco espécies do género Micropterus: o smallmouth bass, o spotted bass, o redeye bass, o swannee bass e o guadalupe bass.A espécie foi introduzida em Portugal em 1952, sendo que actualmente está bem adaptada em toda Península Ibérica.


Caracteristicas

Peixe de aspecto compacto, ovalado, algo comprimido lateralmente. O achigã tem uma grande cabeça (com um tamanho de quase 1/3 do corpo) e uma boca enorme com a mandíbula inferior ligeiramente maior que a superior. Barbatana dorsal de base longa. Cor verde-escuro, azeitona, castanho ou cor parda no dorso e branco na superfície do ventre. Na parte lateral tem uma faixa irregular escura que vai desaparecendo com a idade. O achigã cresce durante quase toda a sua vida, se bem que esse crescimento dependerá directamente das águas em que habite e da sua alimentação. Na sua área original (Estados Unidos da América) podem superar 80 cm de comprimento e 6 kgs. de peso, mas nas nossas águas normalmente não passam dos 60 cm/ 3 kgs. Trata-se sobretudo de um peixe vocacionado para a pesca desportiva.Caracteriza-se como um peixe de águas temperadas ou pouco frias, habitando em locais com vegetação aquática nas barragens e lagoas, aparecendo também em alguns troços médios e inferiores dos rios, e habitualmente vive solitário ou em pequenos grupos.A visão é um dos sentidos mais desenvolvidos pelo achigã. A posição lateral dos seus olhos permite-lhe uma visão binocular perfeita dirigida para a frente e para o ataque, e uma visão monocular muito grande de cada olho dirigida para os lados do corpo. Possui assim capacidade de focagem de 30 cm a 12 metros e visão a cores, sendo assim a sua arma mais importante a nível de localização e captura presas de que compõe o seu hábito alimentar.


Alimentação e reprodução

O achigã é carnívoro e alimenta-se de todos os tipos de vida animal. Os peixes jovens alimentam-se principalmente de insectos. Os peixes de adulto comem percas, lagostins de agua doce, cobras de agua doce, libelinhas e qualquer animal pequeno que seja apanhado numa emboscada. A sua alimentando ocorre em águas com a temperaturas a mais de 10º C. O achigã pouco se alimenta durante o Inverno, quando o seu metabolismo está diminuído.
Entre Abril a Junho, durante o período de reprodução, o macho tem um comportamento territorial, protegendo o ninho até as crias completarem cerca de um mês de idade. Após esse ciclo, permanece em cardumes pouco abundantes durante mais três ou quatro meses.A desova ocorre quando a temperatura da água atinge os 16 a 18ºC, cada fêmea coloca entre quatro mil a dez mil ovos em locais de fraca corrente e pouca profundidade, em ninhos feitos pelos machos sobre camadas de pedras, rocha, cascalho, areão ou entre raízes, ficando os ovos aderentes à base do ninho.

Sem comentários :

Publicar um comentário